skill_blog

Principais Melhorias – Versão 3.05.04

Segue abaixo a relação das principais melhorias disponibilizadas no Módulo da Escrita Fiscal – TOP, com publicação em 31/10/2016:

Melhorias da Versão 3.05.04
(22/11/2016)

ALTERAÇÕES GERAIS

Parâmetros Fiscais:

  • Copiar Parâmetros: Disponibilizada melhoria para que quando a empresa origem tenha cadastrado um CÓDIGO/COMPLEMENTO igual a um CÓDIGO/COMPLEMENTO já existente na empresa DESTINO (selecionada para a cópia), o sistema NÃO efetua a sobreposição, mantendo assim, o CADASTRO ORIGINAL da empresa DESTINO.

Importações NF-e e NFC-e DOCUMENTO INUTILIZADO:

  • Foram realizadas alterações na importação de NF-e Emitida através do arquivo XML.
    Atualmente o sistema não importava os XMLs relacionados a documentos Inutilizados. Dessa forma, agora o sistema deverá analisar o conteúdo dos arquivos XML de inutilização, efetuando as importações dos mesmos.

Importação SAT-ECF – Condições de Pagamento:

  • Incluído botão de Parâmetro do Processo na tela de importação do SAT-ECF. Na tela de importação do SAT-ECF, a definição de condição de pagamento será feita pelo usuário.
    A partir desta definição, o sistema deverá adotar estes parâmetros para a importação do documento fiscal SAT-ECF com o correspondente CFOP/COMPLEMENTO.

LOG de Importações de Documentos:

  • Disponibilizado LOG em formato de arquivo para demonstração das inconsistências na importação de documentos e substituição do relatório. Possibilitando que o usuário salve o LOG para posterior verificação.
  • Disponibilizado melhorias na estruturação dos LOG de inconsistências na importação de documentos.

Movimento de Retenções Federais – Beneficiária:

  • Incluídas melhorias na tela, criticas e escrituração dos registros das retenções beneficiária.

CONTABILIZAÇÃO

Registro de Lançamentos Contábeis:

  • Alteração e conversão dos lançamentos contábeis para atendimento e integração com a contabilidade.

Contabilização de Lançamentos A, B,C…Z Agrupados por Parâmetro Contábil:

  • Disponibilizada nova sistemática de contabilização dos documentos fiscais de entrada e saída que possuem lançamentos A, B, C…Z agrupados por parâmetro contábil. Neste novo recurso o usuário tem a possibilidade de contabilizar um único lançamento contábil para o documento se possuir o mesmo parâmetro contábil. Eliminando com isso a contabilização separada dos lançamentos A, B, C…Z do mesmo documento fiscal. Segue abaixo a rotina para optar pela nova sistemática de contabilização dos lançamentos A, B, C…Z agrupados por parâmetro contábil:
    • Optar pela nova opção no próximo mês antes de escriturar os documentos fiscais.
    • Ativar o novo parâmetro “Contabiliza lançamentos A, B, C…Z, agrupado por parâmetro contábil” disponível em Parâmetros/Parâmetros da Empresa/Contabiliza.

Nota: Como a contabilização dos lançamentos A, B, C…Z será agrupada por parâmetro contábil podem também gerar lançamentos contábeis A, B, C em função da variação de parâmetro contábil.

Contabilização Sintética – PIS/COFINS – Apuração do EFD-Contribuições:

  • Disponibilizada nova sistemática de contabilização dos valores de PIS/COFINS pela Apuração do EFD-Contribuições. Neste novo recurso o usuário tem a possibilidade de optar em contabilizar os valores créditos e débitos de PIS/COFINS de forma consolidada (resumida) por Tributação e Parâmetros Contábeis apurados na própria apuração do EFD-Contribuições. Eliminando com isso as diferenças entre a contabilização atual documento por documento em relação aos valores apurados no EFD-Contribuições. Segue abaixo a rotina para optar pela nova sistemática de contabilização do PIS/COFINS:
    • Optar pela nova opção no próximo mês antes de escriturar os documentos fiscais.
    • Revisar os históricos dos parâmetros contábeis para adequar a nova sistemática. O sistema moverá fixo “Valor Total de PIS – Mês 99/9999” e “Valor Total de COFINS – Mês 99/9999”.
    • No caso de matriz e filial verificar se todas as empresas da centralização contabilizam na mesma “Empresa contábil” no quadro “Contabilização” do cadastro de empresas no Manager.
    • Ativar o novo parâmetro “Contabiliza PIS e COFINS de Forma Sintética” disponível em Parâmetros/Parâmetros da Empresa/Contabiliza.
    • Efetuar a Apuração do EFD-Contribuições disponível em Gestão de Tributos\Federais\EFD-Contribuições\Apuração.

Nota: Como a contabilização sintética é montada com base nos registros M105/M505 (crédito) e M210/M610 (Débito) podem existir duas contabilizações com mesmo parâmetro contábil em função de existirem dois registros M210, por exemplo, em função da tributação diferente.

Contabilização Sintética ICMS Partilha – Origem/Destino – Apuração do ICMS:

  • Disponibilizada nova sistemática de contabilização dos valores de ICMS Partilha – Origem e Destino pela Apuração do ICMS. Neste novo recurso o usuário tem a possibilidade de optar em contabilizar os valores créditos e débitos de ICMS Partilha – Origem e Destino de forma consolidada (resumida) por Parâmetros Contábeis apurados na própria Apuração do ICMS. Diminuindo com isso a quantidade de lançamentos contábeis da contabilização atual documento por documento em relação aos valores resumidos na Apuração do ICMS. Segue abaixo a rotina para optar pela nova sistemática de contabilização do ICMS Partilha – Origem e Destino:
    • Optar pela nova opção no próximo mês antes de escriturar os documentos fiscais.
    • Revisar os históricos dos parâmetros contábeis para adequar a nova sistemática. O sistema moverá fixo “Valor Total de ICMS – Origem – Mês 99/9999” e “Valor Total de ICMS – Destino – Mês 99/9999”.
    • Ativar o novo parâmetro “Contabiliza ICMS Partilha de Forma Sintética” disponível em Parâmetros/Parâmetros da Empresa/Contabiliza.
    • Efetuar a Apuração do ICMS disponível em Gestão de Tributos\Estaduais\Apuração de ICMS\Apuração.

CHAMADA DIRETA

Chamada Direta – Cópia de Cadastro de Produtos – MEFKGPA:

  • Desenvolvida Chamada Direta para cópia do CADASTRO DE PRODUTOS.
    Para que o sistema efetue a cópia do cadastro de produtos deverá ser informado o código da empresa PADRÃO Origem, para a empresa selecionada. O Sistema irá efetuar a cópia da Tabela Principal do cadastro de produtos, bem como, das tabelas filhas, que estejam vinculadas a tabela principal do cadastro de produtos.

Chamada Direta – Altera Código de Observação – Movimento de Entrada:

  • Na coluna de RELAÇÃO DE NOTAS DE ENTRADA o sistema deverá apresentar todos os lançamentos do período (mês) selecionado, conforme os filtros apresentados nos campos de CÓDIGO DE OBSERVAÇÃO ATUAL e FILTRO-CÓDIGO FISCAL/COMPLEMENTO.
    Quando o campo de CÓDIGO DE OBSERVAÇÃO ATUAL estiver em BRANCO, neste caso, deverão ser apresentados todos os lançamentos sem CÓDIGO de OBS.
  • Quando o campo de FILTRO CÓDIGO FISCAL/COMPLEMENTO estiver em BRANCO, o sistema deverá mostrar todos os lançamentos de entradas, independente de CFOP, combinando com o filtro do campo anterior, CÓDIGO DE OBSERVAÇÃO ATUAL.
    O usuário deverá mover para a coluna de DOCUMENTO SELECIONADO, os lançamentos que receberão o código de OBS, informado no campo de NOVO CÓDIGO DE OBSERVAÇÃO.

RELATÓRIOS

RELATÓRIOS DE CONSISTÊNCIA – SERVIÇO TOMADO FILTRO POR MODELO:

  • Alterações no relatório de Consistências de SERVIÇOS TOMADOS:
    • Alterado a apresentação do relatório para o modo SGI.
    • Inclusão de opção IMPRIME RAZÃO SOCIAL DO PRESTADOR na tela de emissão do relatório. Este campo deve ser apresentado sem conteúdo, ficando a cargo do usuário a seleção ou não desta opção. Quando selecionado esta opção, o sistema deverá imprimir a razão social do prestador na linha imediatamente a seguir do lançamento ao qual se refere.

A razão social do prestador deve iniciar sua impressão a margem esquerda do relatório, não ultrapassando a informação da coluna de VALOR DOS SERVIÇOS.

RELATÓRIOS DE CONSISTÊNCIA – FILTRO POR MODELO:

  • Alterações no relatório de Consistências de REGISTRO DE ENTRADAS \REGISTRO DE SAIDAS:
    • Incluídos o recurso de filtro de Modelo do documento, na emissão dos relatórios de consistências de ENTRADAS e SAÍDAS.

UTILITÁRIOS

LOG – Na Extração de LOG foram incluídas as seguintes opções:

  • [DV] – BAIXA DE DUPLICATAS PARCELADAS
  • [PL] – BAIXA DE DUPLICATAS
  • [EP] – PARÃMETROS DA EMPRESA
  • [EO] – OBRIGAÇÕES DA EMPRESA
  • [ED] – DADOS DA EMPRESA.

ALTERAÇÕES LEGAIS

ÁREA FEDERAL

EFD-Contribuições:

Geração dos registros C500

  • Incluído a geração dos registros C500 (Aquisição com crédito) para os documentos fiscais, relativos à energia elétrica de entrada modelo 55, quando possui a “Natureza da Base de Cálculo“ igual a [04] – Despesas de Energia Elétrica e Energia Térmica.

Crédito Presumido – Estoque de Abertura – PIS e COFINS

  • Na tela de implantação de saldo de CRÉDITO PRESUMIDO de PIS e COFINS sobre ESTOQUE DE ABERTURA, foram incluídos dois novos campos:
    • PERÍODO INICIAL DE APROVEITAMENTO.
    • PERÍODO FINAL DE APROVEITAMENTO.

Quando informado o mês e ano do PERÍODO INICIAL DE APROVEITAMENTO, o sistema deverá calcular a informação do campo de PERÍODO FINAL DE APROVEITAMENTO, movendo o MÊS e ANO, contando 12 meses, incluindo a informação do campo anterior.

ECF IRPJ/CSLL:

Geração do Arquivo ECF – Registro N650 – CSLL:

  • Incluído na geração do arquivo do ECF – Escrituração Contábil Fiscal, os seguintes registros: Registro N650 valores para a CSLL e do Registro N620, das empresas parametrizadas pelo Lucro Estimado, com a apuração mensal pela Receita Bruta.

Apuração do Simples Nacional:

DEFIS:

Disponibilizada as seguintes alterações relacionadas à Geração da Declaração de Informações Socioeconômicas e Fiscais – DEFIS:

  • Reestruturação da Tela de Apuração/Geração:
    • A apuração da DEFIS passou a ser centralizada na matriz.
    • Inclusão de nova tela para apuração e geração da DEFIS.
    • Inclusão do botão de “Informações Por Estabelecimento”.
    • Inclusão do botão “Informações Adicionais Índice Participação dos Municípios”.
    •  Inclusão do botão “Dados Referentes a Outros Municípios”.
    • Inclusões de informações adicionais devem ser incluídas somente na apuração da matriz.- Relatórios – SGI:
    • Conferência da DEFIS com as informações de Toda EPP e por Estabelecimento.-
  • Geração da DEFIS para PGDAS-D
    • Atualização da geração do arquivo da DEFIS.
    • Geração do arquivo preparado para mapeamento da DEFIS no PGDAS-D.

ÁREA ESTADUAL

BA:

Relatório – ICMS ANTECIPADO – Estado da BA:

  • Incluídos os campos de PERIODO INICIAL e PERIODO FINAL no Relatório – ICMS ANTECIPADO Estado da BA.
    A apresentação do relatório passou a ser gerada em modo SGI.

SPED Fiscal

CAMPO UNIDADE C170:

  • Campo UNIDADE nas telas de detalhamentos dos ITENS de ENTRADA e SAÍDA:
    – A informação deste campo é utilizada para a geração dos registros C170. Atualmente na geração do registro essa informação é extraída do cadastro do PRODUTO utilizado no detalhamento do ITEM. Dessa forma, com a inclusão do campo de UNIDADE nas telas de detalhamentos dos ITENS o usuário poderá alterar a informação, quando necessário.

ALTERAÇÕES PARA 2017

Alterações realizadas nos controles do SPED Fiscal, relacionadas às novas obrigações a serem exigidas a partir do Exercício de 2017.

CADASTRO DE PRODUTOS:

  • Incluído campo CEST:
    • A princípio não será disponibilizada tabela, ficando a cargo do usuário a informação, ou, através das rotinas de importação. A liberação deste campo para a informação do usuário poderá ser feita independente de exercício.

DETALHAMENTOS DO SPED FISCAL

Alterações de campos em várias telas de detalhamento de SPED FISCAL:

  • Documento Fiscal Referenciado Entrada – Nota Fiscal:
    – Chave do Documento Eletrônico: Este campo deverá ficar habilitado para a informação do usuário, passando a ser de informação obrigatória, a partir do exercício de 2017, para os detalhamentos efetuados com o campo de MODELO DO DOCUMENTO FISCAL igual a [55] e [57].
  • Documento Fiscal Referenciado Saída – Nota Fiscal:
    – Chave do Documento Eletrônico: Este campo deverá ficar habilitado para a informação do usuário, passando a ser de informação obrigatória, a partir do exercício de 2017, para os detalhamentos efetuados com o campo de MODELO DO DOCUMENTO FISCAL igual a [55] e [57].
  • Documentos Fiscais Relacionados ao Ajuste:
    • ICMS Normal
    • ICMS SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA
  • Na apuração do ICMS normal, ou da SUBSTITUIÇÃO TRIBUTÁRIA, existem as telas para informações de OUTROS DÉBITOS, OUTROS CRÉDITOS, ESTORNO DE CRÉDITOS, ESTORNO DE DÉBITOS e DEDUÇÕES.
  • Nestas telas, existe o botão de DOCUMENTOS FISCAIS RELACIONADOS AO AJUSTE, ICMS NORMAL e ICMS SUBSTITUIÇÃO.
  • Nestas telas já existe o campo de CHAVE DA NOTA FISCAL ELETRÔNICA, no qual o sistema habilita apenas para os documentos eletrônicos.
  • O sistema deve apenas efetuar o controle de exigência do campo a partir do exercício de 2017.
  • Caso o usuário tente efetuar um detalhamento (Modelo 55 e 57), sem a informação da Chave do Documento Eletrônico, o sistema não deverá aceitar a gravação do registro, emitindo mensagem de critica.

Utilização de Créditos Fiscais:

  • Na tela de detalhamento de UTILIZAÇÃO DE CRÉDITOS FISCAIS foi incluído o campo de CHAVE DO DOCUMENTO ELETRÔNICO. Nesta tela não será necessário à inclusão de controle do campo, pois, não existe informação do modelo do documento fiscal, ficando assim, a cargo do usuário a informação ou não.

Detalhamento Item de Saída – Ressarcimento ICMS Operações com ST:

  • Houve alteração no layout, tanto na inclusão de novos campos, quanto, na possibilidade de detalhamento de mais de uma ocorrência para o mesmo item.
  • Efetuada alteração na tela, permitindo a inclusão de sequencia para mais de um detalhamento do ITEM, bem como, com a inclusão dos novos campos exigidos no novo layout.
  • A nova tela foi subdividida em duas abas, em função da quantidade de informações incluídas no layout.

Detalhamentos do Bloco K:

  • Foram incluídos novos registros nos controles do BLOCO K, com isso foram implementadas novas telas de detalhamento.

Desmontagem de Mercadorias – Item Origem:

  • A nova tela de detalhamento do Bloco K, deve ser disponibilizada na opção de menu:
    \MOVIMENTO\REGISTRO GERAL DE ITEM\SPED FISCAL\OUTRAS INFORMAÇÕES\CONTROLE DE PRODUÇÃO E ESTOQUE\DESMONTAGEM DE MERCADORIAS.

Desmontagem de Mercadorias – Item de Destino:

  • Informar o código do produto para detalhamento da Desmontagem da Mercadoria – Item Destino. O sistema só deverá aceitar a informação de um código de produto que esteja cadastrado com o campo de Indicador do Tipo do Item igual a [00], [01], [02], [03], [04], [05] e [10].

Reprocessamento/Reparo de Produto/Insumo:

  • A nova tela de detalhamento do Bloco K, deve ser disponibilizada na opção de menu:
    \MOVIMENTO\REGISTRO GERAL DE ITEM\SPED FISCAL\OUTRAS INFORMAÇÕES\CONTROLE DE PRODUÇÃO E ESTOQUE\REPROCESSAMENTO-REPARO.

Reprocessamento/Reparo – Mercadorias Consumidas e/ou Retornadas:

  • O sistema só deverá aceitar, bem como, disponibilizar através do recurso de sugestão F2, os códigos de produtos cadastrados com o campo de INDICADOR DO TIPO DO ITEM igual a [00], [01], [02], [03], [04], [05] e [10]. Caso o usuário informe um código que não esteja cadastrado ou que não esteja cadastrado com o campo de INDICADOR DO TIPO DO ITEM igual as condições acima, o sistema não deverá aceitar a informação do código do produto.

Correção de Apontamento:

  • A nova tela de detalhamento do Bloco K, deve ser disponibilizada na opção de menu:
    \MOVIMENTO\REGISTRO GERAL DE ITEM\SPED FISCAL\OUTRAS INFORMAÇÕES\CONTROLE DE PRODUÇÃO E ESTOQUE\CORREÇÃO DE APONTAMENTO.

Correção de Apontamento e Retorno de Insumos:

  • O sistema só deverá aceitar, bem como, disponibilizar através do recurso de sugestão F2, os códigos de produtos cadastrados com o campo de INDICADOR DO TIPO DO ITEM igual a [00], [05] e [10]. Caso o usuário informe um código que não esteja cadastrado ou que não esteja cadastrado com o campo de INDICADOR DO TIPO DO ITEM igual as condições acima, o sistema não deverá aceitar a informação do código do produto.

Correção Estoque Escriturado:

  • A nova tela de detalhamento do Bloco K, deve ser disponibilizada na opção de menu:
    \MOVIMENTO\REGISTRO GERAL DE ITEM\SPED FISCAL\OUTRAS INFORMAÇÕES\CONTROLE DE PRODUÇÃO E ESTOQUE\CORREÇÃO ESTOQUE ESCRITURADO.

ICMS Partilha – EC 87/2015

Disponibilizado os seguintes controles relacionados à escrituração do detalhamento de ICMS devido a UF destino nas operações e prestações interestaduais que destinem bens e serviços a consumidor final não contribuinte do ICMS conforme disposto na Emenda Constitucional 87 de 2015:

APURAÇÃO DO ICMS PARTILHA – OPERAÇÕES INTERESTADUAIS COM CONSUMIDOR FINAL.

  • Atualmente são apresentados na mesma tela os valores relacionados á DIFERENÇA DE ALÍQUOTA e ao FUNDO DE COMBATE A POBREZA, devidos aos estados de destino das operações interestaduais.
    Esta tela e seus controles deverão ser mantidos da mesma forma até o exercício de 2016. A partir do exercício de 2017, os valores de apuração da DIFERENÇA DE ALÍQUOTA deverão ser separados dos valores do FUNDO DE COMBATE A POBREZA.
    Assim, quando selecionado esta opção de menu, o sistema deverá apresentar uma nova tela, em formato de abas, no qual deverão ser apresentados em separado os valores da DIFERENÇA DE ALÍQUOTA e do FUNDO DE COMBATE A POBREZA.

GERAÇÃO AUTOMÁTICA DO IMPOSTO APURADO:

O sistema deverá gerar automaticamente um registro para o imposto apurado na aba de DIFERENÇA DE ALÍQUOTA e outro apurado na aba FUNDO DE COMBATE A POBREZA.

  • Quando existir valor apurado no campo de ICMS A RECOLHER do quadro APURAÇÃO DOS SALDOS da aba FUNDO DE COMBATE A POBREZA, o sistema deverá criar um detalhamento com o código de sequencia [998].
  • Quando existir valor informado no campo de VALOR RECOLHIDO OU A RECOLHER – EXTRA APURAÇÃO da aba DIFERENÇA DE ALÍQUOTA, o sistema deverá criar um detalhamento com o código de sequencia [997].
  • Quando existir valor informado no campo de VALOR RECOLHIDO OU A RECOLHER – EXTRA APURAÇÃO da aba FUNDO DE COMBATE A POBREZA, o sistema deverá criar um detalhamento com o código de sequencia [996].
  • Estas sequencias serão de uso do sistema. O sistema não deverá aceitar que o usuário INCLUA ou EXCLUA detalhamento com estas sequencias, pois, a inclusão e exclusão só poderá ocorrer com o processo de apuração do sistema. O sistema só deverá aceitar que o usuário efetue alteração. Neste caso, não deve-se aceitar a alteração do campo de valor. A alteração só será permitida para os demais campos.

ÁREA MUNICIPAL

BA:

  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Mucuri – BA (3741 ou 2922003).
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Itamaraju – BA (3613 ou 2915601).

GO:

  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Santo Antônio de Goiás – GO (0053 ou 5219738).

RJ:

  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de São Gonçalo – RJ (5897 ou 3304904)
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Duque de Caxias – RJ (5833 ou 3301702).
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Nova Iguaçu – RJ (5689 ou 3303500).

MG:

  • Disponibilizado importação de NFS-e do Município de Mateus Leme – MG (407 ou 4813 ou 3140704).
  • Disponibilizado alterações na importação de NFS-e do Município de Nanuque – MG (4885 ou 3144300).
    OBS: A rotina de importação do XML do município de Nanuque já existe e deverá ser mantida até MAIO de 2016. As alterações deverão surtir efeitos a partir de JUNHO de 2016.
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Governador Valadares – MG (277 ou 4553 ou 3127701).
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Juiz de Fora – MG (367 ou 4733 ou 3136702).
  • Disponibilizado importação de NFS-e para o movimento de Serviço Tomado para o Município de Lavras (381 ou 4763 ou 3138203) – MG
  • Disponibilizado importação de NFS-e para o movimento de Serviço Tomado para o Município de Machado (390 ou 4779 ou 3139003) – MG
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Alterosa – MG (020 ou 4039 ou 3102001).

MT:

  • Disponibilizado importação de NFS-e para o movimento de Serviço Tomado para o Município do Sinop (255009 ou 5107909 ou 8985) – MT

PR:

  • Disponibilizado importação de NFS-e para o movimento de Serviço Tomado para o Município do Maringá (1635 ou 4115200 ou 7691) – PR.
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Alvorada do Sul – PR (0094 ou 4100806 ou 7413).
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Nova Esperança – PR (1813 ou 7721 ou 4116901).
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Coronel Vivida – PR. (701 ou 4106506 ou 7527).
  • Disponibilizado importação de NFS-e do Município de Bom Sucesso do Sul – PR (3271 ou 9979 ou 4103222).
    A importação de NF de SERVIÇO do Município de Bom Sucesso do Sul poderá ser realizada de duas formas:Opção Atual: Importação normal do documento fiscal através do recurso disponibilizado na opção de menu \INTEGRAÇÃO\IMPORTAÇÃO DE ARQUIVOS\ARQUIVO TEXTO.
    Quando a empresa estiver parametrizada com a opção de IMPORTA NOTA FISCAL ELETRÔNICA DE SERVIÇO da tela de PARÂMETRO MUNICIPAL, o sistema NÃO deverá aceitar que o usuário utilize o código de importação [04], na opção de menu de \INTEGRAÇÃO\IMPORTAÇÃO DE ARQUIVOS\ARQUIVO TEXTO.
    Nova Opção: Importação dos documentos de serviços prestados gerados em arquivo XML.
    A nova opção de importação dos serviços prestados do município de Bom Sucesso do Sul, deverá ser disponibilizado na seguinte opção de menu: \MOVIMENTO\IMPORTAÇÃO DE DOCUMENTOS\NFS-e\SERVIÇOS PRESTADOS ou \INTEGRAÇÃO\IMPORTAÇÃO DE ARQUIVO\NFS-e\SERVIÇOS PRESTADOS. Esta opção só deverá ser utilizada pelas empresas que estiverem selecionadas com a opção de IMPORTA NOTA FISCAL ELETRONICA DE SERVIÇO da tela de PARÂMETRO MUNICIPAL.
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Jataizinho-PR (1350 ou 7647 ou 4112702)
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Paranaguá-PR (1961 ou 7745 ou 4118204)

CE:

  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Fortaleza – CE (4400 ou 2304400 ou 1389).

SP:

  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Pirassununga-SP (5368 ou 3539301 ou 6887).
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Itapetininga – SP (3712 ou 3522307 ou 6547).
    OBS: O Município de Itapetininga já dispõe de recurso de importação de NFS-e e recentemente foi alterado de XML para TXT a partir do período de MARÇO de 2016. Ocorre que o município efetuou novamente alteração de fornecedor de software, abandonando a geração de arquivo de TXT e retornando a geração de XML, porém, em outro layout. Assim, as alterações apresentadas a seguir deverão surtir efeitos a partir de MARÇO de 2016, substituindo a última alteração de importação por TXT.
  • Disponibilizado alterações para a importação de NFS-e do Município de Sertãozinho – SP (6646 ou 3551702 ou 7135).

RN:

  • Disponibilizado importação de NFS-e para o movimento de Serviço Tomado para o Município do Natal (2408102 ou 1761). – RN

RELAÇÃO DE ESTRUTURAS ATUALIZADAS NA VERSÃO 3.05.04

Mensal:

  • G1 – Lançamentos Contábeis.
  • RZ – Ressarcimento ICMS Operações ST Saídas.
  • E2 – Detalhamento de Entrada modelo 01/04/55 – Tela Principal do SPED.
  • S3 – Detalhamento de Saída modelo 01/04/55 – Tela Principal do SPED.

Anual:

  • X6 – Utilização Créditos Fiscais ICMS.
  • EP – Parâmetros da Empresa.
  • AI – Apuração de ICMS.
  • WI – Apuração ICMS Operações Interestadual Consumidor Final.
  • F4 – Detalhamento de Credito Presumido Estoque Abertura.
  • CY – Controle de Processos.
  • ST – Escrituração Serviços Tomados.
  • DK – Demonstrativo Auxiliar DEFIS.

Fixo:

  • Y9 – Dados referentes a Outros Municípios – DEFIS.
  • Y8 – Demonstrativo Auxiliar DEFIS.
  • TN – Tabela de Produtos.

DICA: Para acompanhar todas as novidades e melhorias do sistema TOP a partir da Versão 3.05, acesse o botão “Ajuda” no lado esquerdo do MENU do TOP e escolha o item “Novidades” na árvore do Help – Exactus Software – Microsoft Internet Explorer:

Fonte: Escrita Fiscal – Exactus

Elaborado em 22/11/2016

Por Vera Oliveira – Analista de Testes SKILL – TOP