simples

DIRF 2017 – Pensão Alimentícia

No dia 25/11/2016 foi publicado o Ato Declaratório Executivo COFIS N⁰ 90, que dispõe sobre o leiaute do Programa Gerador da Declaração do Imposto sobre a Renda Retido na Fonte (PGD DIRF 2017), que entre outras coisas, altera o padrão de geração das informações relacionadas com a pensão alimentícia.

A partir do exercício 2017, ano-calendário 2016, as informações relacionadas com pensão alimentícia devem ser declaradas indicando-se o CPF, data de nascimento, nome e relação de dependência do alimentando, ou seja, do beneficiário da pensão alimentícia.

Realizamos no sistema Winner os ajustes necessários para que o mesmo passe a considerar o novo padrão na gravação do arquivo para importação no programa da DIRF. Os ajustes permitem que o sistema identifique os beneficiários da pensão, suas informações cadastrais e respectivos valores.

Para tanto é preciso que a geração do evento de pensão alimentícia, ao longo de todo o ano-calendário, tenho ocorrido com base nos parâmetros indicados para o beneficiário em\Cadastro\Dependentes.

Caso o lançamento do evento tenha ocorrido de outra forma, não haverá como o sistema Winner identificar estas informações no processamento da DIRF. Neste caso as informações mencionadas deverão ser indicadas manualmente no botão “Beneficiário Pensão Alimentícia” em \Relatórios\Anuais\DIRF\Acertos Manuais, ou diretamente no programa da DIRF. 

Os ajustes mencionados já ocorreram no sistema Winner para os rendimentos mensais e 13º Salário. Em relação ao PLR o sistema será ajustado ao longo do ano, para que a partir do exercício 2018, ano-calendário 2017, estas informações também sejam geradas automaticamente.

Antes de proceder com o processamento e gravação da DIRF, certifique-se que o sistema Winner esteja atualizado.

Estamos à disposição para qualquer esclarecimento através do nosso canal de atendimento, clique aqui para acessar.

Elaborado em 31/01/2017

Por Cristiano Ribas, Analista de Negócios na Exactus Software