EFD-PIS/COFINS Prorrogada

Com a publicação da Instrução Normativa nº 1.161 de 31 de maio de 2011, a EFD-PIS/COFINS (Escrituração Fiscal Digital – PIS/COFINS) tem novo prazo de entrega:

Empresas tributadas pelo Lucro Real E sujeitas ao Acompanhamento Diferenciado, como consta na IN 1085/2010, podem efetuar a transmissão até o 5º dia útil do mês de FEVEREIRO de 2012, dos fatos ocorridos no período de abril a dezembro/2011.

Demais empresas podem efetuar a transmissão até o 5º dia útil do mês de FEVEREIRO de 2012, dos fatos ocorridos no período de julho a dezembro/2011.

Sem mais, ficamos a disposição para eventuais esclarecimentos.

Fonte:  Exactus Software

In bezug auf weitere methodik und fragestellungen werden sich ghostwriter diplomarbeit informatik die im rahmen der kommission geplanten forschungsvorhaben u.

Empreendedor deve pagar novo valor do INSS em junho.

Profissionais devem ficar atentos para imprimir o carnê com o novo valor, que caiu de R$ 65,95 para R$ 33,25

Por: Mariana Flores

Brasília – A partir do próximo mês, o custo mensal dos empreendedores individuais vai diminuir pela metade. O valor máximo que os profissionais pagarão para ter acesso aos benefícios vai cair de R$ 65,95 para R$ 33,25. A redução de 11% para 5% no valor referente à contribuição previdenciária começou a vigorar em maio, mas o pagamento da competência deste mês deve ser feito até o dia 20 de junho.

Os empresários devem imprimir os carnês com os novos valores no Portal do Empreendedor. A Receita Federal vai disponibilizar o boleto nos próximos dias. ?O empreendedor individual deve ficar atento para emitir o carnê com o valor correto a partir de junho?, alerta o secretário-executivo do Comitê Gestor do Simples Nacional, Silas Santiago.

A redução da contribuição para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está prevista na Medida Provisória 529, publicada pelo governo em 7 de abril. A nova legislação reduziu de R$ 59,95 para R$ 27,25 o valor mensal para ter acesso aos benefícios previdenciários. Além desta quantia, o empreendedor paga ainda R$ 5 referente ao Imposto Sobre Serviços (ISS) e R$ 1 referente ao Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O valor total máximo será de R$ 28,25 (comércio ou indústria) e R$ 33,25 (prestadores de serviços).

A redução do valor é comemorada pelos empreendedores individuais. Até o fim de 2011, o técnico em informática Otávio Rocha Ferreira, de 27 anos, vai economizar R$ 221,60. Na sua opinião, a redução vai contribuir para que outros profissionais se formalizem. ?Acho que cada vez mais empreendedores vão aderir. Tem gente que não sabe que o custo é tão baixo. Ter me formalizado me ajudou muito, antes eu só podia prestar serviço para empresas pequenas e para pessoas físicas que não precisavam de nota fiscal. Agora posso prestar serviço para empresas grandes e pude procurar novos distribuidores. Todo o negócio melhorou?, conta o proprietário da Ícone Informática.

Ao pagar a contribuição previdenciária, o trabalhador passa a ter direito à cobertura do INSS, que lhe garante proteção em casos de doença, acidentes, aposentadoria por idade após 15 anos de trabalho, além de licença maternidade e outros benefícios.

A figura do empreendedor individual foi implementada em julho de 2009, quando entrou em vigor a Lei Complementar 128/08. Podem se enquadrar os trabalhadores que tenham auferido receita bruta de até R$ 36 mil no ano anterior. Mais de 400 categorias podem aderir. A grande vantagem é que o trabalhador passa a ter um Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ), podendo emitir nota fiscal, o que abre portas para que possa fechar negócios com empresas privadas e públicas.

Serviço
Agência Sebrae de Notícias: (61) 3243-7851/ 3243-7852/ 8118-9821/ 9977-9529
Central de Relacionamento Sebrae: 0800 570 0800
www.agenciasebrae.com.br
www.twitter.com/sebrae
www.facebook.com/sebrae

Fonte:  www.agenciasebrae.com.br

In voting to close the school last spring, the state charter board cited the audit’s findings, among other writing paper reasons.

Mercado sobe cenário de inflação em 2012, e corta em 12 meses.

Mercado sobe cenário de inflação em 2012, e corta em 12 meses

O mercado reduziu pela terceira semana seguida a previsão de inflação neste ano, mas elevou a do ano que vem, mostrou o relatório Focus divulgado pelo Banco Central nesta segunda-feira.

A estimativa para a alta do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 2011 recuou de 6,31% na semana anterior para 6,27%. A de 2012 subiu, após seis semanas de estabilidade, de 5% para 5,10%.

A meta do governo para ambos os anos para a inflação tem centro em 4,5% e tolerância de dois pontos percentuais.

A previsão para a inflação em 12 meses caiu pela quarta semana, para 5,11% ante 5,22%.

A previsão para a taxa Selic no final deste ano permaneceu em 12,50%, enquanto a de 2012 ficou em 12,25%.

Para o crescimento do Produto Interno Bruto, a previsão do mercado para 2011 foi mantida em 4%, enquanto que a estimativa para 2012 foi reduzida de 4,20% para 4,10%.

O prognóstico para a taxa de câmbio neste ano ficou estável em R$ 1,62. A projeção para o dólar em 2012 ficou em R$ 1,70.

UOL Notícias Economia – 23/05/2011

But the new iphone mug case takes https://celltrackingapps.com/ the crown when it comes to unusual iphone cases.